21 de junho de 2015

Com gol de ex-tricolor no fim, Avaí arranca empate e tira SP da liderança

Um gol do ex-são-paulino André Lima, aos 44min do segundo tempo, tirou o São Paulo da liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, no Morumbi, o Avaí arrancou empate em 1 a 1 depois de um recuo excessivo do time da casa. 
Souza, no início do segundo tempo, marcou para o São Paulo, que praticamente abdicou de atacar e, assim, permitiu a pressão do time visitante. De tanto martelar, o Avaí chegou ao empate frustrante para os são-paulinos. O resultado ainda tira os 100% de aproveitamento de Juan Carlos Osório. 
Dessa maneira, o São Paulo fica com 17 pontos e perde a liderança do Campeonato Brasileiro para o Sport, que tem 18. O Avaí, com campanha interessante, é o 9º colocado com 12 pontos. A estratégia fora de casa é o que tem feito a diferença para os catarinenses, que só perderam uma vez e dividem a melhor campanha como visitante com o Atlético-MG. 
Atacante do São Paulo entre 2008 e 2009, André Lima fez parte do elenco tricampeão brasileiro. Aos 30 anos, ele entrou no segundo tempo e decidiu para o time visitante. Foram duas oportunidades, e a segunda ele não desperdiçou depois de falha de Rafael Toloi. 
SÃO PAULO 1 x 1 AVAÍ
 
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 21 de junho de 2015
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (ambos RJ)
Cartões amarelos: Alexandre Pato, Romário e Eduardo Neto
Gols: Souza, aos 9min e André Lima, aos 44min do segundo tempo
 
São Paulo
Renan Ribeiro; Bruno, Toloi, Dória e Carlinhos; Hudson e Souza; Thiago Mendes (Edson Silva), PH Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato (Centurión). 
Treinador: Juan Carlos Osório

Avaí
Vagner; Nino Paraíba, Antonio Carlos, Emerson e Romário (Eltinho); Adriano, Eduardo Neto, Pablo (André Lima) e Marquinhos; Hugo (Rômulo) e Anderson Lopes. 
Treinador: Gílson Kleina. 


Síntese do Jogo 
  • Primeiro tempoJuan Carlos Osório até indicou que jogaria Centurión, mas optou por Thiago Mendes para executar a função pelo lado direito do ataque. Mesmo assim, o São Paulo foi ofensivo e, em quase toda a partida, protagonista. No primeiro tempo, Emerson teve a melhor chance do Avaí, mas desperdiçou livre diante de Renan Ribeiro. A equipe da casa, porém, poderia até ter marcado, não fosse um erro da arbitragem. Pato fez gol legal, mas o impedimento foi assinalado. Depois, ainda houve chance clara para PH Ganso, mas errou com gol vazio após assistência de Thiago Mendes.
  • Segundo tempoMelhor na partida, o São Paulo abriu a vantagem de forma natural aos 9min. Um bom cruzamento por Hudson e o erro do zagueiro Emerson permitiram a conclusão precisa de Souza. Mas, com a vantagem, o time da casa se acomodou. Gílson Kleina fez trocas, deixou o Avaí ofensivo e Osório realizou o contrário. Com três zagueiros, os são-paulinos só ameaçaram com cabeçada de Michel Bastos e chute de PH Ganso. Os catarinenses pressionaram com falta de Marquinhos, mas era dia do ex-tricolor André Lima. Ele teve uma chance e errou, mas não na segunda. Em vacilo tricolor, André chutou forte, com estilo e sem qualquer chance para Renan Ribeiro.
Postar um comentário